HOME


Votação do reajuste salarial pelo Legislativo ficou para depois do recesso parlamentar

A reposição salarial do Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública e Tribunal de Contas, que tramita na Assembleia Legislativa desde outubro do ano passado, mais uma vez foi obstruida na Reunião de Líderes desta terça-feira (10/07/2018). Votaram contra as bancadas do MDB, PP e PSD. Sem acordo, a votação dos projetos ficam para depois do recesso parlamentar, que acontece do dia 17 a 31 de julho. Para irem à votação em Plenário, as matérias devem ser publicadas no Diário Oficial por encaminhamento da Reunião de Líderes.